Oportunidades > Notícias e Informações

“O Reino de Agrus” intensifica a adoção de práticas sustentáveis

O segundo capítulo do audiobook “O Reino de Agrus” está no ar. Com o tema voltado para a sustentabilidade, o material lúdico, produzido pelo movimento “Todos a Uma Só Voz”, busca aproximar a população brasileira dos desafios e conquistas do Agro.

“O audiobook quer levar as questões do Agro para o conhecimento dos brasileiros em geral, desde adultos, jovens, crianças, donas de casa, professores, profissionais da comunicação e, até mesmo, para empreendedores que querem conhecer mais sobre as peculiaridades do setor”, explica o coordenador do Movimento, Ricardo Nicodemos.

“O Reino de Agrus” tem recebido apoio por seu caráter educativo e informativo. “É imperativo desenvolver, cada vez mais, ações a fim de decodificar o estado da arte da produção do Agronegócio para a sociedade, ou seja, falar da produção atual de conhecimento sobre o setor e desenvolver trabalhos comunicacionais comprometidos em romper com o pensamento e as narrativas lineares, reducionistas, que não abarcam mais o mundo, nem o Agro. Como a Ciência vê a questão dos alimentos em suas várias perspectivas? Quais os principais desafios do setor? O que falta fazer? Quanto custa? Como emplacar as tecnologias sustentáveis já desenvolvidas? Será no campo da Comunicação que ganharemos ou perderemos o jogo”, avalia o pesquisador do Centro de Inteligência da Carne Bovina (CiCarne), da Embrapa Gado de Corte, Guilherme Cunha Malafaia.

No segundo capítulo, que já está disponível no site do Movimento, o assunto gira em torno de como preservar os recursos naturais do Reino, os cuidados com o meio ambiente e maneiras sustentáveis de boas práticas ambientais e de bem-estar animal.

“Neste episódio, o Mago Antares leva os seus questionamentos ao Rei Amós e a Rainha Ester que lhe dão ‘carta branca’ para a realização de uma pesquisa junto à população, para ajudar na elaboração de um plano sustentável para o Reino”, conta Nicodemos.

Ao mostrar o processo de estratégias sustentáveis desenvolvidas pelo Mago Antares, após as pesquisas, o audiobook aborda a questão do efeito estufa e a necessidade de ações para preservar o meio ambiente, como reflorestamento, alternativas de novas formas de plantio e reciclagem.

“Ao assistirem esse capítulo, vocês vão conhecer o Mago Antares, que cita algumas vezes sobre o fato dos bois emitirem CO², quando soltam seus ’arrotinhos‘. Na sequência, ele menciona que desenvolverá formulações para a suplementação bovina, que ajudarão na digestão dos animais. Essa consciência ambiental, sobre a redução da emissão de gases de efeito estufa, associada ao aumento da produtividade, é fundamental para as crianças do agronegócio, nossos futuros pecuaristas. Junto com as novas gerações, continuaremos a escrever a história de sucesso da pecuária nacional e, apoiando iniciativas como essa, vamos dar mais um passo para o futuro sustentável do planeta”, acredita o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Suplementos Minerais (ASBRAM), Daniel Guidolin.

Para o professor titular na Faculdade de Administração da Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto, e da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em São Paulo, Marcos Fava Neves, este tipo de abordagem que o audiobook transmite é uma importante forma de divulgar informações de uma maneira adequada.

“Vivemos num mundo e num momento onde somos inundados por informações, vindas de diversas fontes e formas. Muitas coisas acabam não tendo credibilidade, mas nos atrapalham e, cada vez mais, temos que filtrar o que é relevante. Hoje, o que vale são fontes confiáveis, que levam a informação de forma simples para que as pessoas possam aprender, ver exemplos e multiplicar estes conhecimentos. Assim deve ser com o agro, o melhor negócio do Brasil”, avalia Neves.

Universo de contos de fadas

“O Reino do Agrus” narra o cotidiano dos personagens desse reino e as suas atividades na busca de ajudar o povo com soluções que são originadas do Agro. No primeiro capítulo, o audiobook introduziu a estória e contou sobre o estranho sonho do Rei Amós, um líder responsável e muito cuidadoso com seu povo.

A estória tem outros personagens, como o João Bovis, um pecuarista que tem propriedades com diversos rebanhos: gado de corte, gado de leite, suínos e aves e atua em diversas associações, mas tem um pouco de restrição às coisas novas. Já a Maria do Campo, uma produtora rural que cultiva grãos e hortifrútis, também atuante no mercado e entidades, é uma grande adepta das novas tecnologias e vive conectada.

Os personagens do projeto “O Reino de Agrus”, com suas peculiaridades e ideais fomentam questionamentos do setor – e os seus desafios e perspectivas – de uma maneira saudável. “O desafio alimentar, presente na história da civilização, precisa agora enfrentar o desafio ecológico. Ambos terão que caminhar juntos, unidos para construir a agropecuária sustentável do futuro. Esse debate exigirá boa informação, conteúdo e forma, para esclarecer as pessoas e motivar decisões políticas corretas. Que ninguém duvide: em breve, a agronomia se casará com a ecologia. Não haverá vencedores. Haverá união”, comenta o engenheiro agrônomo e doutor em Administração, integrante do FGVAgro, Prof. Xico Graziano.

Neste sentido, o de compreender o futuro por meio do conhecimento, o secretário de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Bruno Brasil, comenta: “Compreender o Agro é entender como são produzidos os alimentos que comemos, as roupas que vestimos e os biocombustíveis que abastecem nossos carros. O campo e a cidade são elementos indissociáveis da mesma realidade, que se entrelaçam em nosso cotidiano. E assim, seguiremos, rumo a um futuro cada vez mais sustentável, movido pela ciência e o conhecimento”.

De acordo com a explicação do coordenador do “Todos a Uma Só Voz”, o material é um poderoso recurso para ensinar sobre a importância que o Agro tem em nossas vidas. É com esse conceito que nasceu o projeto ‘O Reino de Agrus’. “Por meio de estórias o agronegócio ganha protagonismo no audiobook e, desta forma, fala com as crianças, mas também com os pais, educadores, consumidores comuns e com toda a população”, comenta Nicodemos.

Na opinião da vice-presidente executiva da ASBRAM, Elizabeth Chagas, esta abrangência do projeto é a sua força. “O Reino de Agrus serve de grande modelo para ser bem copiado por nós. Como no Brasil, seus produtores também praticam uma agricultura e pecuária para levar alimentos e dar saúde para a população. Mas, vão mais além disso, quando se trata do cuidado para preservar a natureza. Na educação ambiental das crianças já nos bancos escolares, essa lição é aprendida desde cedo. Assim, o cidadão cresce com a consciência de garantir o bem-estar das futuras gerações. Devemos, portanto, abraçar com força essa ideia em nosso ambiente de futuras gerações”, comenta.

A sócia-diretora da Fazenda Orvalho das Flores e ex-presidente do Núcleo Feminino do Agronegócio (NFA), a pecuarista Carmen Perez, é enfática: “É muito importante nós cuidarmos do nosso meio ambiente, implementando programas de sustentabilidade e também de bem-estar animal no nosso dia a dia. Por isso, quero fazer um convite: assistam ao segundo episódio do “O Reino de Agrus”. Mostre para os seus filhos, para as crianças, para todos aqueles que estão e não estão ligados ao Agro. Importante divulgar o que de fato estamos desenvolvendo no campo, a realidade do campo, as boas práticas do Agro para que as pessoas possam ter mais familiaridade e, juntos, levarmos essa mensagem adiante”.

Assista agora mesmo ao segundo episódio de “O Reino de Agrus” e saiba como é possível produzir muito mais, em menos espaço, respeitando o meio ambiente com responsabilidade e segurança. Confira o primeiro e o segundo episódios disponíveis no link: https://todosaumasovoz.com.br/site/o-reino-de-agrus/