O que é ser caipira? Entenda mais sobre esse “apelido”

“Caipira” é o apelido que se dá para as pessoas do campo em muitos lugares do Brasil. Trata-se de uma figura tão famosa quanto folclórica, presente também no Vale do Paraíba.

A palavra, de origem no tupi, tem referências no homem do mato e sempre teve um tom pejorativo. O motivo disso seria a necessidade de atrair as pessoas do campo para a cidade na década de 1940, explica o especialista em cultura popular Cláudio Marques.

Ele conta que, no período, o conhecimento sobre plantas e animais, por exemplo, deixou de ter valor para atender às demandas da cidade, como um conhecimento mais formal.

Na literatura, ainda antes desta época, em 1914, o homem do campo já foi visto de forma pejorativa. Em um artigo ao jornal O Estado de S. Paulo, o escritor Monteiro Lobato criou o personagem Jeca Tatu para criticar as queimadas que aconteciam nas montanhas do Vale do Paraíba, que destruíam as matas e deixavam o solo pobre.

No cinema, a caricatura do caipira atraiu até 8 milhões de brasileiros para assistir uma versão diferente, interpretado por Amácio Mazzaropi, em que Jeca Tatu era um espertalhão e não um preguiçoso.

Nos filmes, o caipira não é mais somente do campo. Ele se mostra na roça, mas também nas festas e na religião, por exemplo.

O caipira do Vale do Paraíba, hoje em dia, tem diversas caras e significados. Ele está presente na festa da viola, na reza para o santo católico ou no tambor da umbanda. A cultura caipira cresceu e ganhou respeito.

Vídeo completo sobre o tema, nesse link AQUI.

Fonte: G1 | Globo Rural