Mito ou verdade: óleo de coco emagrece?

Não é de hoje que o óleo de coco é presente em nossas vidas. Desde sempre escutamos sobre os benefícios que ele pode trazer, principalmente para a saúde, além de ser um produto versátil. Sua versão extravirgem é a mais recomendada para o uso, graças as suas ações antimicrobianas.

O óleo vegetal já foi indicado para todo tipo de uso, mas será que todos eles são eficazes? Trouxemos mitos e verdades sobre seus benefícios.

Confira alguns deles:

  1. Óleo de coco emagrece?

Mito! O queridinho de muitas receitas “milagrosas” de emagrecimento como um superalimento por conta de suas gorduras boas e sua rápida absorção pelo organismo, na realidade não tem esse efeito. Acontece que, como todo óleo, o de coco tem a mesma quantidade de calorias, mas com altas concentrações de gorduras saturadas.

Ele pode sim ser consumido, mas moderadamente e apenas em pequenas quantidades, pois seu excesso poder ocasionar doenças cardiovasculares.

  1. Óleo de coco faz bem para a pele e os cabelos?

Verdade! É um grande aliado em relação aos cuidados com a pele. Com ele, a hidratação está garantida! Pode ser usado em todo corpo, principalmente em áreas mais ressecadas, como cotovelos, calcanhar, por exemplo. E, com o acréscimo de açúcar, sim, aquele que você usa na cozinha mesmo, se transforma em um esfoliante potente. Também pode ajudar nos momentos mais íntimos, como na depilação, por se tratar de um óleo, você pode usá-lo para um deslize mais fluido da lâmina do seu barbeador. Na região do rosto o recomendado é que sua aplicação seja feita em pequenas quantidades dando preferência aos lugares de maior tendência ao ressecamento. Já propriedades calmantes podem ser aproveitadas em tatuagens recém feitas.

Já quando o assunto é cabelos, pode-se dizer que já é um veterano. Deveras é o queridinho de muitos, este óleo vegetal pode ser usado em todos os tipos de cabelos proporcionando hidratação e nutrição, além de serem uma forma sustentável de cuidados.

  1. Óleo de coco ajuda na prisão de ventre?

Verdade! Ele possui gorduras monoinsaturadas que auxiliam na digestão e atuando na formação do bolo fecal e facilitando sua passagem pelo sistema digestivo e evacuação.

  1. Óleo de coco pode substituir o azeite?

Mito! O azeite é rico em ômega 9, que beneficia a saúde cardiovascular e auxilia na redução do colesterol. Apesar do óleo de coco ser rico em ácido láurico elevando o nível do HDL, ou colesterol bom, ele acaba elevando também a produção de LDL, o colesterol ruim.

  1. Ele pode ser usado nas unhas e cutículas?

Verdade! Por ser rico em vitamina E ajuda a nutrir, hidratar e fortalecer as unhas, além de um ótimo emoliente de cutículas e de brinde, tira o aspecto ressecado das mãos.