Oportunidades > Familia

Hortifrútis “perfeitos” e “imperfeitos”: coma todos e evite o desperdício

Hoje o que se vê no mercado é a popularização dos alimentos “perfeitos”: aqueles hortifrútis sem manchas, com cores uniformes e tamanhos padronizados. No entanto, isso não quer dizer que os alimentos que não têm essas características, considerados “feios”, tenham menor valor nutricional, que é, de fato, o que importa.

Mesmo assim muitos estabelecimentos e consumidores só aceitam frutas, legumes e verduras se estes estiverem seguindo o padrão estabelecido. O resultado é que toneladas de alimentos saudáveis acabam indo parar no lixo.

Imperfeito é diferente de impróprio para consumo. Um vegetal imperfeito possui uma aparência diferente, mas não possui nenhuma doença ou contaminação. Por isso, examinar qualquer alimento antes da compra é essencial. Independente do padrão estético, um vegetal na hora da compra deve:

  • Estar com a casca intacta;
  • Não apresentar machucados e amassados;
  • Estar no ponto de maturação de sua preferência;
  • Não ter “passado do tempo” – ou seja, estar em estágio de maturação muito avançado;
  • Estar acondicionado de maneira correta.

 Desperdício e fome

Todos os anos, o equivalente a US$ 750 bilhões é registrado em perdas e desperdício de alimentos no mundo, seja por contaminação ou simplesmente pelo fato de um percentual de frutas, verduras e legumes serem considerados “feios”, ou seja, fora dos padrões estéticos para a venda em supermercados, hortifrútis e feiras. Os dados são da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), em relatório sobre o custo anual com essas perdas.

Somente no Brasil, são desperdiçadas 23,6 milhões de toneladas de alimentos por ano, o que representa mais de 40 quilos de lixo por pessoa ao ano. Uma pesquisa realizada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas apontou que um dos principais motivos para isso acontecer é que, na mentalidade do brasileiro, a abundância está diretamente ligada ao status social.

De acordo com a FAO, cerca de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são perdidos por ano no mundo, o que representa 30% do total produzido. Desse montante, 30% são cereais, entre 40 e 50% raízes, frutas, hortaliças e sementes oleaginosas, 20% são carnes e produtos lácteos e 35% peixes. A FAO calcula que esses alimentos seriam suficientes para alimentar dois bilhões de pessoas. Esse número abrange toda a cadeia alimentar: campo, indústria, logística, varejo e consumidor.

No Brasil, os últimos dados divulgados em 2013, revelam que em apenas um ano o país perdeu ou desperdiçou 26,3 milhões de toneladas de alimentos. Enquanto isso, a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizada entre junho de 2017 e julho de 2018, mostrou que existem hoje no país cerca de 10,3 milhões de pessoas sem acesso à alimentação regular.

Diante disso, muitas iniciativas têm surgido para atenuar essa realidade. Uma delas é a “Semana Nacional de Conscientização da Perda e Desperdício de Alimentos”, lançada em 2018 pelo Governo Federal para educar a população sobre a importância de combater o desperdício em todas as etapas do processo de produção e no consumo. Essa iniciativa tem estimulado os governos locais a criarem programas e metas com foco no combate ao desperdício de alimentos e à fome.

Além disso, ONGs e instituições privadas têm reunido esforços para implementar ações de conscientização da população e desenvolvimento sustentável das comunidades. Conheça mais sobre as campanhas: #SemDesperdício, Banco de Alimentos e Mesa Brasil Sesc.

Fontes:

https://saberhortifruti.com.br/alimentos-imperfeitos/

https://www.hfbrasil.org.br/br/revista/a-vez-dos-hfs-feios.aspx

https://www.hfbrasil.org.br/br/hortifruti-cepea-quem-e-o-maior-vilao-no-desperdicio-de-alimentos.aspx

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/08/150811_legumes_feios_df_cc

https://europa.com.br/blog/valorize-frutas-e-legumes-feios/

https://www.pressreader.com/usa/the-washington-post-sunday/20190310/281891594589526

https://www.abras.com.br/clipping.php?area=1&clipping=69338

https://redeecoabms.ufms.br/o-que-o-brasil-esta-fazendo-contra-o-desperdicio-de-alimentos/

http://www.fao.org/americas/noticias/ver/pt/c/239394/

https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/09/17/fome-no-brasil-em-5-anos-cresce-em-3-milhoes-o-no-de-pessoas-em-situacao-de-inseguranca-alimentar-grave-diz-ibge.ghtml

https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/educacao/9050-pesquisa-de-orcamentos-familiares.html?=&t=o-que-e