Oportunidades > Familia

É hora de fazer a xepa!

Prática de comprar alimentos no fim da feira faz bem para a saúde, o bolso e o meio ambiente

Sabe o quanto a gente desperdiça de comida por ano? Cerca de 1.3 bilhões de toneladas, conforme dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), incluindo 30% dos cereais, entre 40 e 50% das raízes, frutas, hortaliças e sementes oleaginosas, 20% da carne e produtos lácteos e 35% dos peixes. A FAO calcula que esses alimentos seriam suficientes para alimentar dois bilhões de pessoas.

Com os alimentos que se perdem na América Latina e no Caribe – nos supermercados, feiras livres, armazéns e os demais pontos de venda – seria possível alimentar mais de 30 milhões de pessoas, o que representa 64% dos que sofrem com a fome na região.

Um jeito de mudar essa situação é a conscientização e a adoção de práticas de consumo mais saudáveis, como as compras nas feiras locais, principalmente no horário da xepa, em que  a maioria dos alimentos que seriam jogados fora sai bem mais barato.

Mas você sabe o que é uma xepa? Se procurar a descrição no dicionário  encontrará o seguinte: Sobra de alimento não consumido; Qualquer mercadoria perecível vendida em feiras livres, ao final das atividades, geralmente mais baratas.

Em outras palavras, a xepa é o último horário de vendas nas feiras ou sacolões, quando os alimentos que seriam jogados no lixo podem ser comprados por preços bem inferiores. É a hora de economizar.

Os novos tempos pedem novos consumidores

2020 trouxe um cenário completamente novo para a maior parte da população mundial, uma vez que a última crise dessa dimensão remonta à Segunda Grande Guerra.

Com o advento da Covid-19, houve um aumento do desemprego, a renda das famílias caiu, os preços aumentaram e qual é a saída para o consumidor? Procurar as melhores ofertas e pechinchar.

O melhor momento para fazer isso é na hora da xepa. Os produtos podem ser encontrados a preços mais baixos e, além de saborosa e econômica, a prática da xepa faz parte da cozinha sustentável, na qual se aproveita  todos os alimentos, evitando desperdícios.

É bom para o bolso e para o planeta!

Referência

http://www.fao.org/americas/noticias/ver/pt/c/239394/

https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/xepa/

http://www.fao.org/brasil/noticias/detail-events/pt/c/1163036/