Oportunidades > Familia

Dia do Churrasco: Confira algumas dicas para uma boa churrascada

No Brasil, churrasco é sinônimo de confraternização e momento para reunir toda a família e amigos. Além de uma tradição, o churrasco, que é considerada uma das refeições mais antigas da história da humanidade, faz parte do nosso cotidiano. Por isso, ele ganhou um dia só dele. Neste sábado (24), é comemorado o Dia do Churrasco. Para celebrar a data do jeito certo e sem sair de casa, devido o isolamento social, reunimos algumas dicas para te ajudar a fazer um delicioso churrasco:

Carvão

Quem nunca foi a um churrasco em que o carvão acabou durante a festa? Para não ter essa surpresa, basta seguir essa dica: a mesma quantidade que você comprar de carne, você compra de carvão. Se for fazer 10 kg de carne, compre 10 kg de carvão. Se quiser garantir, compre 50% a mais, ou seja, 15 kg. Caso sobre, é só guardar para o próximo churrasco.

Acenda a churrasqueira 45 minutos antes de começar o churrasco. Você precisará da brasa e não de chama. Não economize na quantidade: é preciso formar um leito de 10 centímetros de espessura de carvão.

Quais os melhores cortes para churrasco?

Picanha: É a primeira na lista e a mais pedida em todos os churrascos. A picanha é apetitosa, suculenta e possui um sabor incomparável.

Costela: Com um sabor indescritível, a costela, seja de porco ou de boi, é uma carne que sempre é destaque nos churrascos. Por possuir fibras grossas e compridas, seu tempo de cozimento é mais longo.

Fraldinha: Uma das boas opções de carnes para churrasco, a fraldinha é uma carne de corte pequeno e fibras longas. Possui pouca concentração de gordura, sendo conhecida como uma opção leve e macia.

Maminha: A maminha é considerada uma carne magra. Se a sua alimentação prioriza a ingestão baixa de gorduras, ela pode ser uma ótima opção. No entanto, para ela ficar macia, saborosa e suculenta no churrasco, recomendamos não retirar a capinha de gordura antes de assá-la.

Asinhas de frango: são sempre bem-vindas nos churrascos. Elas fazem sucesso principalmente entre as crianças, por conta de seu sabor delicado As asinhas também são bem fáceis de preparar, podendo ser feitas na grelha, assadas no forno ou encarar o espeto na churrasqueira.

Lombo suíno: também chamado de lombinho, é um corte que não pode faltar no churrasco do fim de semana. O preparo dessa parte da carne suína merece atenção: por ser mais delicado, é preciso ter cuidado para que não fique ressecado.

Alcatra: A alcatra, quando comprada inteira, pode ser dividida em três partes: a picanha, a maminha e o miolo da alcatra. O miolo, como o próprio nome indica, fica bem no centro dessa carne. Essa parte, em especial, é uma das ótimas opções de carnes para churrasco. Pois, além de macia, tem bem menos gordura que a picanha, ou seja, é saudável e igualmente saborosa.

Contra Filé: Também pode ser encontrado com o nome de lombo desossado ou filé curto. Geralmente, ele é servido mal passado, já que fica macio e com o sabor acentuado.

Panceta suína: também conhecida como barriga, é suculenta, macia e com sabor marcante. Com inúmeras possibilidades de preparo, o corte é perfeito para assar de forma lenta e cuidadosa, pois vem com uma camada de pele que, depois de ir para a churrasqueira, forma aquela deliciosa casquinha crocante, a famosa pururuca.

Linguiça: É bem comum em quase todos os churrascos. A linguiça, geralmente é feita de porco, mas pode ser de frango também. O preparo é bem rápido, podendo ser feito no espeto ou direto na grelha. Ela já vem pronta e temperada, é só colocar na churrasqueira e ficar de olho pra não passar do ponto.

Sobrecoxa de frango: A sobrecoxa, por ter mais gordura, tem um sabor mais marcante e também possui mais carne. A melhor opção é a desossada e o tempero perfeito é o sal, limão e uma pitada de pimenta.

Cupim: É a carne encontrada na parte de trás do boi, logo atrás do pescoço. É uma carne consistente e fibrosa, que tem um sabor muito característico. A carne, apesar de ser bastante popular para churrascos, precisa de algum tempo para ser assada até o ponto ideal para consumo.

Peixes: As melhores opções de peixes para serem preparados na churrasqueira são os mais gordos e firmes. Vale apostar em sardinha, anchova, tainha, dourado-do-mar, pintado, atum e salmão. Para evitar que os filés se desmanchem, considere deixar a pele do peixe. Isso ajudará a manter o peixe unido em uma única peça.

Qual o tempero ideal para cada corte bovina?

O sal grosso já é o suficiente, porém há espessuras ideais para diferentes cortes de carne. Por exemplo, para uma peça de 1kg, o melhor é usar o sal grosso de grãos médios, enquanto que, para cortes menores, o sal grosso de grãos finos é o indicado. Outra dica é usar o sal de Parrilla, que envolve a carne de maneira mais uniforme e ajuda o churrasqueiro a não exagerar. Para quem gosta de outros temperos, misturar ervas frescas, como alecrim, tomilho, entre outras, com o sal grosso, transfere um aroma mais natural para carnes vermelhas, além de ser mais econômico.

E como temperar aves, peixes e cortes suínos?

Ao contrário da carne bovina, que se vira muito bem só com sal, elas precisam de um reforço de sabor. Confira algumas receitas:

Aves: No dia anterior, mergulhe os cortes em uma marinada à base de vinho branco seco, sal, pimenta-do-reino e ervas frescas, como sálvia, tomilho, orégano e manjerona.

Carne suína: Também de véspera, deixe os cortes marinando em suco de laranja com mel, sal, pimenta-do-reino e manjericão.

Peixes: Mais delicados, podem ser temperados com suco de limão e ervas frescas no dia do churrasco.

Qual a quantidade ideal de carne para um churrasco?

A média é de 400 g de carne por pessoa. No caso de peças com osso, dobre a quantidade: metade da peça é osso.

Quais são os melhores acompanhamentos para um churrasco?

Um bom acompanhamento de churrasco não deve disputar com o sabor da carne, como também não deve se sobrepor a ela. Essas guarnições são responsáveis por equilibrar o sabor das carnes, que são mais pesadas e salgadas.

O carboidrato nunca deve faltar em um churrasco. Por isso, sirva as carnes acompanhadas de farinha, farofa, arroz, pães e batatas. As batatas, especificamente, são consideradas o acompanhamento perfeito da carne. Além de salada de batatas, você pode assá-las na grelha, embrulhadas em papel alumínio por 30 minutos.

As saladas de folhas também são excelentes acompanhamentos para suas carnes. Escolha folhas com sabor mais forte e picante, como o agrião e a rúcula.

Quais as melhores opções vegetarianas para grelhar?

Para aqueles que não consomem carne, há opções para aproveitar o churrasco. Grelhar algumas frutas e vegetais pode ser uma boa ideia para oferecer uma alternativa diferente para seus convidados.

Algumas frutas, como o abacaxi, a banana, a manga, a carambola e o pêssego combinam bastante com a preparação grelhada. Elas podem ser servidas junto com as carnes ou até mesmo como uma sobremesa.

Os legumes, como a berinjela, abobrinha, pimentão palmito pupunha e cebola roxa também vão bem à grelha, especialmente se pincelados com um pouco de azeite de oliva e um pouco de sal. Eles são ótimas opções para acompanhar suas carnes.

 

Fontes: https://www.uol.com.br/nossa/reportagens-especiais/guia-do-churrasco-perfeito-os-maiores-especialistas-do-brasil-dao-as-dicas/

https://www.revistamenu.com.br/2020/04/24/dia-do-churrasco-aprenda-a-preparar-a-carne-perfeita/

https://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Jardim/Dicas/noticia/2020/04/segredos-de-chef-6-dicas-para-acertar-no-churrasco-em-casa.html

https://www.meliuz.com.br/blog/carnes-para-churrasco/

https://www.guiadasemana.com.br/receitas/galeria/dicas-para-fazer-peixe-na-churrasqueira