Oportunidades > Familia, Oportunidades

Banana: quantos tipos existem e quais são os principais?

A banana é uma fruta popular e amplamente cultivada em todo o mundo. Existem cerca de mil tipos, cada um com as próprias características de cor, textura e sabor. A produção mundial de banana ultrapassa 115,7 milhões de toneladas, de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

No Brasil, um dos maiores produtores globais, a fruta é a mais popular, com consumo de 27 quilos por ano por pessoa, 16 quilos a mais que a média mundial. A produção no País é concentrada nos Estados da Bahia, de São Paulo, de Minas Gerais, de Pernambuco e do Pará. Mais de 95% da produção são destinados ao mercado interno.

As bananas são muito energéticas, com baixo teor de gordura e ricas em carboidratos, vitaminas e minerais, bem como fontes de fibras solúveis, que são substâncias importantes para diminuir o nível de colesterol no sangue e prevenir o câncer intestinal.

Quais são os principais tipos de banana?

Apesar da popularidade da banana, a produção da fruta chegou a correr sério risco de parar. Uma doença chamada mal do Panamá atingiu as variedades cultivadas e causou uma crise na indústria. A solução para o problema foi o cultivo de uma variedade capaz de resistir à enfermidade.

Existem muitos tipos de banana, cada um com características únicas, como tamanho, cor e sabor. Conheça as principais espécies.

1. Banana-nanica

A banana Cavendish, conhecida como banana-nanica ou d’água no Brasil, representa cerca de 50% da produção global. Conhecida pelo sabor doce e pela longa vida útil, essa variedade ganhou relevância pela resistência ao mal do Panamá.

É relativamente fácil de produzir e pode ser encontrada em regiões tropicais do mundo, incluindo América Central e América do Sul, África e Ásia, normalmente cultivada em grandes plantações e colhida à mão.

O processo de produção é bastante dependente de pesticidas e fertilizantes, que podem ter efeitos negativos no meio ambiente e na saúde das comunidades locais. Além de ser uma fruta popular, a banana Cavendish é um alimento básico em muitos países, sendo fonte de carboidrato, vitaminas e minerais para muitas pessoas.

2. Banana-prata

A banana Gros Michel, ou banana-prata, foi dominante no comércio internacional antes da década de 1950, substituída pela banana Cavendish devido à suscetibilidade ao mal do Panamá. Essa variedade tem sabor mais doce e robusto do que o da nanica e durabilidade de até quatro dias.

3. Banana-da-terra

A banana-da-terra geralmente é maior e menos doces do que as variedades comumente encontradas nos supermercados e bastante usada como alimento básico em regiões tropicais, particularmente na África, na América Central e no sul da Ásia.

Essa banana não é consumida crua, sendo frita, cozida, grelhada ou assada, além de muito usada em pratos salgados. A quantidade de açúcar presente nela é relativamente baixa em comparação com outros tipos de banana.

4. Banana-maçã

A banana-maçã tem casca amarela, é menor e mais doce do que outras variedades. Rica em nutrientes, costuma ser cultivada para consumo fresco, mas também pode ser usada em sobremesas.

É normalmente colhida verde e maturada em câmaras frigoríficas antes de ser vendida, sendo uma variedade popular no Brasil devido à doçura e à facilidade de se descascar.

5. Banana-ouro

A banana Lady Finger, também conhecida como “banana de açúcar” ou ouro, é uma espécie pequena da fruta, mais doce e menos calórica do que outras variedades, com textura descrita como cremosa.

Comumente usada para sobremesas e como café da manhã, a banana-ouro é mais frágil do que outras e deve ser manuseada com cuidado para evitar machucá-la.

Fonte: Canal Agro