Oportunidades > Familia

Arroz e feijão: uma importante combinação para a saúde

Arroz e feijão é um dos pratos mais populares entre os brasileiros. E essa dupla é muito mais que apenas uma combinação saborosa. O arroz, fonte de carboidratos, vitaminas (principalmente do complexo B), sais minerais e fibras é, ainda, uma excelente fonte de aminoácidos sulfurados, como metionina e cistina. Já o feijão é fonte de proteínas, vitaminas do complexo B, fibras e sais minerais, como potássio, ferro, fósforo, cálcio, cobre e zinco. O grão é relativamente rico na maioria dos aminoácidos essenciais, especialmente em lisina.

De acordo com especialistas, o consumo desses alimentos juntos traz mais benefícios à saúde que quando ingeridos separadamente. Apesar de ser uma fonte rica em proteína, o feijão guarda certa desvantagem isoladamente, pois o organismo não consegue digerir todas as proteínas que ele oferece. Porém, quando o alimento é consumido com um cereal, como o arroz, o organismo consegue fazer a digestão de todas as vitaminas e proteínas.

Segundo dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018 – Análise do Consumo Alimentar Pessoal no Brasil, do IBGE, houve redução de 84,0% para 76,1% no consumo de arroz entre os brasileiros. Em relação ao feijão, o percentual de consumo caiu de 72,8% para 60%. O gerente da pesquisa, André Martins, explica que embora haja diferença na frequência de consumo de arroz e feijão entre as pessoas de classes de rendimento diferentes, esses produtos ainda são bastante presentes na dieta dos brasileiros em geral. Mas na classe de rendimento mais baixa a quantidade consumida é maior. “Já os produtos industrializados, que têm valor de mercado maior, são mais encontrados nas famílias de rendimento per capita mais alto”, afirma.

Quando combinados, os dois alimentos fornecem uma importante complementação proteica. Isso porque a proteína do arroz é pobre em lisina, mas é uma excelente fonte de aminoácidos sulfurados, como metionina e cistina. Já a proteína do feijão é relativamente rica na maioria dos aminoácidos essenciais, especialmente em lisina, mas deficiente em metionina e cistina. Portanto, a combinação de arroz com feijão é complementar, pois, juntos, garantem que nosso corpo obtenha todos os aminoácidos essenciais.

Além disso, a mistura arroz e feijão é uma importante fonte de carboidratos complexos, possuem proteínas de origem vegetal de boa qualidade, fibras solúveis e insolúveis, vitaminas, minerais, baixo teor de sódio e gorduras, além de ser rica em compostos bio-ativos.

No entanto, como qualquer outro alimento, a recomendação é não exagerar. Quando consumimos de forma equilibrada, a combinação fornece os nutrientes e energia necessários para o nosso organismo. O consumo diário de arroz e feijão reduz o risco de distúrbios cardiovasculares, diabetes, câncer, e também contribui para um melhor funcionamento do intestino. Por ser uma boa fonte de proteína magra, ajuda na formação de músculos mais fortes e maiores.

 

Fontes: https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/imprensa/noticias/Paginas/Duplas-imbativeis-alimentos-que-se-complementam-como-o-arroz-com-feijao.aspx

https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/28646-pof-2017-2018-brasileiro-ainda-mantem-dieta-a-base-de-arroz-e-feijao-mas-consumo-de-frutas-e-legumes-e-abaixo-do-esperado

http://blog.saude.mg.gov.br/2016/01/12/saudenacozinha-arroz-e-feijao-consumidos-juntos-trazem-mais-beneficios-a-saude/

https://www.tuasaude.com/arroz-e-feijao/