Oportunidades > Familia

A carne de cada dia: como variar o cardápio

Confira o que levar em consideração na hora de selecionar a carne bovina, de frango ou de peixe para suas refeições

Está cansado de comer as mesmas carnes, preparadas da mesma forma todos os dias? A pandemia do novo coronavírus fez com que os brasileiros passassem mais tempo em casa. Consequentemente, a necessidade de cozinhar todas as refeições aguça a criatividade na hora de montar o cardápio.

Relacionado a isso está o fato de que o Brasil é o quinto maior consumidor de carnes no mundo, de acordo com dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Consome-se, em média, 78 kg de carnes ao ano por habitante no país.

Para se ter uma noção, a preferência dos brasileiros é por carne de frango e bovina. De acordo com relatório publicado pela Organização para Economia, Cooperação e Desenvolvimento (OECD) em 2019, são consumidos, em média, 40,3 kg de cortes de frango e 25,5 kg de carne bovina por pessoa no país. Em relação aos peixes, essa quantidade cai para aproximadamente 10 kg por habitante ao ano, segundo a Associação Brasileira de Piscicultura.

De forma geral, as carnes de boi e de frango possuem proteínas de alto valor biológico para o ser humano. Isso quer dizer que elas têm todos os aminoácidos essenciais para suprir as necessidades do corpo. Essas carnes, ainda, são fontes de importantes minerais e vitaminas responsáveis por regular o metabolismo e a produção de energia, manter boa imunidade e a saúde do sistema nervoso.

A carne de peixe, além de fornecer proteínas para o organismo, ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e Alzheimer, alivia os sintomas da artrite e é fonte de vitamina D, responsável por prevenir diabetes, infertilidade, problemas cardíacos, câncer e osteoporose.

Agora que você já sabe da importância dessas carnes, veja alguns fatores que devem ser levados em consideração na hora de escolher o tipo de carne para a sua refeição e variar o cardápio:

Peixe gordo x peixe magro

Os peixes são divididos com base no teor de gordura que possuem. Peixes gordos, como atum, cavala, tainha, salmão, sardinha, bagre e cação possuem um valor energético maior em relação aos magros, como bacalhau, badejo, corvina, dourado, garoupa, linguado, pescada, robalo e truta.

Recomenda-se que os peixes com maior quantidade de gordura não sejam consumidos mais de três vezes na semana.

As formas de preparo mais comuns para carne de peixe são assada e grelhada.

Diferentes cortes têm diferentes valores nutricionais

Está na dúvida entre qual corte de carne bovina ou de frango preparar para a sua refeição? Se a decisão for baseada nos valores nutricionais de cada um, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) possui uma tabela com os valores nutricionais de todos os tipos de corte das carnes.

Levando em consideração esses valores, monte a sua refeição com a carne e com o corte que mais se adequem ao valor nutricional dos acompanhamentos, de forma a suprir as necessidades diárias de nutrientes.

O tipo de preparo influencia o resultado da receita?

A resposta é sim. Assim como a quantidade de proteína animal consumida é um fator importante para determinar se um prato é saudável, o modo como as carnes são preparadas também exerce influência em relação a isso.

Frituras com óleo quente, como nas carnes empanadas, por exemplo, concentram mais calorias e mais gorduras no seu alimento. Preparos em fervura ou no vapor utilizam temperaturas mais baixas e não usam uma fonte adicional de gordura, como óleo ou manteiga.

Carnes grelhadas podem desenvolver uma camada tóxica de aminoácidos e açúcares se forem aquecidas a mais de 120°C. Para evitar isso, é recomendado marinar a carne antes de grelhar. Esse processo pode ser feito com vinagre, limão ou ervas.

Bom apetite!

Fontes:

https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/11/25/carne-de-frango-boi-ou-porco-saiba-qual-e-a-melhor-opcao-para-o-seu-prato.htm

https://www.comprerural.com/conheca-os-20-paises-que-mais-comem-carne-no-mundo/

https://www.vix.com/pt/bdm/saude/qual-e-a-melhor-carne-porco-frango-peixe-ou-bovina-nutricionista-explica

https://www.uol.com.br/nossa/listas/miniguia-de-peixes-o-preparo-mais-indicado-para-cada-variedade-de-pescado.htm

http://www.nepa.unicamp.br/taco/contar/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf?arquivo=1

https://nutritotal.com.br/pro/o-valor-calorico-das-carnes-de-gado-porco-frango-e-peixe-sao-iguais/

https://www.tuasaude.com/beneficios-de-comer-peixe/

https://www.vidaativa.pt/peixe-gordo/