DEPOIS QUE TUDO ISSO PASSAR. MAS O QUE REALMENTE IMPORTA?

Por: Cris Camargo

Fui convidada a escrever este artigo com a sugestão de uma reflexão: será que o momento de crise é ideal para comunicar ou para recolher armas e revisar suas estratégias?

Será que é prudente reposicionar sua empresa, modelar novas linhas de produtos, sair correndo ou será melhor esperar?

Como tenho visto muito nas redes sociais e concordo plenamente com os filósofos amadores: Como será quando tudo voltar ao normal? Certamente haverá um novo normal.

Nunca vivemos uma pandemia como esta. Nunca vivemos um isolamento, ameaça de morte e mudança social tão intensas.

Nunca estivemos tão conectados com a nossa saúde financeira, limpeza dos nossos lares, educação dos nossos filhos, alimentação e estoque das nossas casas.

Nunca estivemos tão conectados e tão afastados dos nossos colegas de trabalho, da cultura organizacional, das placas de corredores, do endomarketing e das conversas no café.

Estas novas rotinas estão, sem dúvida alguma, despertando reflexões sobre como vivíamos e sobre o que consideramos realmente valioso.

E no meio destas mudanças todas de comportamento e percepção de valor, coloco aqui o outro lado da moeda: o que é construção de valor neste momento?

A comunicação é uma das ferramentas poderosas para a construção dos valores de uma marca e a reconstrução de valores está em pleno voo.

Agora pode ser a melhor hora. Obviamente analisando os respectivos riscos versus oportunidades latentes.

Outra face do investimento em publicidade, neste momento, é a sustentabilidade da imprensa livre. Um anunciante que quer contribuir diretamente para a boa informação da sociedade pode, sem qualquer novo produto ou posicionamento, veicular uma campanha e assim contribuir diretamente para o sustento daqueles inúmeros veículos que produzem conteúdo de qualidade.

Conhecimento poderá salvar vidas. Neste sentido, a veiculação de campanhas pode ajudar a impulsionar mensagens essenciais como pesquisas, análises, etc

Por fim, retomo a reflexão do título deste artigo: o que realmente passará?

Os valores essenciais e a forma de viver em sociedade já não serão os mesmos.  E é sobre aquilo que permanecerá que precisaremos construir uma nova história.

 

Cris Camargo
CEO – IAB Brasil